A História do Robson e família.

  • Não somos mais imigrantes!

    Olá, me chamo Robson sou natural de Porto Alegre,/RS e vou tentar passar em breves palavras nossa mudança para Portugal.

    Meu primeiro contato com Portugal foi no ano de 2006, onde vivi nesse maravilhoso País por 6 anos, tendo como regresso no ano de 2012. Voltei por questões de saúde familiar, e acabei ficando por longos 4 anos no Brasil. Não me arrependo de ter voltado pois conheci minha linda esposa na qual me.presenteou com 2 lindas meninas.

    Para quem já viveu fora do País , é estranho a adaptação, parece que as coisas estão fora do lugar; eu sempre tive vontade de retornar para Portugal, mas casado recentemente , bem posicionado profissionalmente o que me faria deixar o Brasil? Fácil resposta para quem teve 6 anos em Portugal

    1°-Violência – Viver refém dentro da sua própria casa, não vale o ótimo salário que se ganha. Para que ter um bom carro se não podemos desfrutar de um ar fresco com os vidros baixos em pleno dia de sol? – Bummmmm é um assalto!

    2°- Saúde -Impostos caríssimo IPVA,IPTU,ISS,ICMS…. Chega a ser vergonhoso, pagamos tantos impostos e o mínimo não temos!

    3° – Educação – Cada dia mais triste ver adolescentes sendo “professores” nas escolas . Quem manda são eles, as regras são impostas por eles e já não mais pelos professores. Educação zero!

    Bem, um dos maiores motivos que nós fez vir para Portugal foi a violência constante , que já não tinha hora e nem lugar. Estava ficando com medo de ir para o trabalho e não voltar mais e nem ver minha filha que tinha acabado de nascer.

    Já estava decidido, iríamos viver em Portugal! Então demos inicio aos procedimentos básicos. Passaportes , passagens , hotel , seguro viagem, documentos escolares , e dinheiro em espécie.

    A Patricia estudou muito nesse período pois , o processo parece simples, nossa vontade era sair no outro dia, mas sabíamos que não era possível , pois teríamos que organizar muita coisa. Levamos quase um ano para resolver tudo, e no mês de maio de 2016 partimos rumo a Portugal. Nossa chegada foi emocionante pois era um sonho se realizando. Confesso a vocês que parecia minha primeira vez aqui e só de olhar para minha família e saber que elas estavam em segurança, isso era o que mais me deixava feliz.

    Nós dirigimos ao hotel e sem descansar,  trocamos de roupa e fui levar minha família para conhecer a Av. Liberdade, uma das mais famosas de Lisboa.

    Bom passear é o que todos querem, mas como nosso propósito é morar dei um segurada nas meninas e fomos resolver onde  iríamos morar.

    Já tínhamos decido por Cascais ,mas como não tínhamos nada certo por lá sobre casas e trabalhos , não poderíamos ficar “marcando touca”, então fomos para Cascais e passamos dois dias à procura; compramos jornais, olhamos em sites e nada. Até que paramos em um café e perguntamos ao dono se ele sabia de algo, e para nossa surpresa…. Pahhhh,  achamos a casa localizada no bairro das Fontainhas em Cascais. Lá estávamos nós de morada nova. Aluguel  de 350 euros(uma agulha no palheiro) na qual pagamos 3 meses para a proprietária.

    Agora era correr atrás de trabalho. P.s: venham preparados financeiramente , ainda mais quem vem com família.

    Meu primeiro trabalho foi em uma lavagem de carros na qual ganhava 25 euros por dia. Era muito puxado mas era o que tinha no momento. Como vim preparado para manter as meninas por um bom tempo, esses 600 euros davam jeito, mas imagina se não viesse preparado? Logo em seguida a Patrícia começou a trabalhar em uma casa geriátrica, colocamos a bebê no infantário (creche) e a filha mais velha começou as aulas.

    Hoje trabalho em uma casa geriátrica e tenho meus negócios online ( Marketing Digital)

    Com toda certeza, viver aqui está sendo a melhor das opções para nós. Aqui temos poder de compra, mesmo que com um baixo salário, você vai ao mercado e compra muitas coisas para dentro de casa. Meu primeiro carro aqui custou 300 Euros, e acredite , em perfeito estado. Claro que não era um carro zero km mas já não andávamos a pé e podemos conhecer alguns lugares que com família seria complicado sair.

    Deixo claro que aqui não são flores e nada fácil, mas se vir preparado e sabendo dessas dificuldades que poderá passar, tudo irá fluir com mais facilidade.

    Deixo aqui um forte abraço e desejo de.coracao que você possa transformar sua vida e dá sua família nesse país.

    ” Não basta ter força de vontade, se você não tiver vontade de fazer força”

    Nossos contatos : http:\\facebook.com\casalempreendedor

    Robson Alves

     15841428_1689195441371602_760748611_n
Anúncios

2 comentários em “A História do Robson e família.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s